Houdini

Tenho observado durante um bom tempo o desenvolvimento do Houdini, atualmente na versão 12, ele está cada vez mais inserido nas grandes empresas do ramo e seu paradigma procedural tem se provado muito mais interessante do que arquitetura imposta pela trinca de produtos da Autodesk.
O Houdini mesmo sendo sempre considerado um produto hiend nunca era visto como concorrente de peso para Maya, Softimage ou 3dMax. Já que o paradigma procedural não é uma novidade no Houdini, o que foi que mudou? Na minha opinião a principal causa é a taxa de evolução que a Side Effects está conseguindo imprimir a cada versão do software. Suas últimas versões tiveram melhorias significativas em diversas áreas e o desempenho para calculos de simulações cresceu numa ordem absurda, em alguns casos para mais de 500%. Justamente onde o Houdini sempre foi referência eles conseguiram ganhos muito maiores que a concorrencia.
Somando se a isso ainda temos uma forte campanha de popularização do Houdini. A Side Effects criou o Houdini Apprentice para que todos os interessados possam baixar o software e testa-lo gratuitamente. Ainda existe a possibilidade de se você quiser fazer um trabalho autoral sem fins comerciais você consegue ter uma licença anual do Houdini por apenas 99 dólares. Isso é uma bela jogada, porque por uma pequena taxa você consegue ter um software completo, sem marcas d’agua no render, para por exemplo montar um curta. E a melhor forma de aprender é utilizando o software numa produção real. Como se não bastasse ainda a Side Effects tem mostrado um compromisso muito maior do que a Autodesk na criação de material de ensino para seus usuários.
Eu baixei o Houdini e tenho que admitir que é um software impressionante. Ainda estou engatinhando, mas depois de vários tutoriais, videos e alguns exercícios já consigo perceber o potencial imenso que ele tem. A maneira procedural de você construir as coisas te possibilita resolver alguns problemas dificilimos nos outros softwares facilmente no Houdini, mas o contrário também é verdadeiro e as vezes fico um pouco perdido apanhando ao tentar fazer coisas simples, mas isso é uma coisa normal na fase de aprendizado. É claro que sou mais lento para montar as cenas nele do que no Maya (também conheço o Maya desde sua versão beta), mas quando você termina a sua cena e depois quer modificar algo, a arquitetura nodal do Houdini da um show e as mudanças podem ser feitas de uma forma muito mais rápida e bem menos traumatica do que acontece no Maya.
Nos próximos meses devo escrever bastante sobre este meu aprendizado, vou tentar dividir o máximo que puder através do blog.

Show Reel 2012

Abaixo está a versão 2012 do meu Show Reel. Depois de algumas observações sobre a duração do reel do ano passado este ano deixei tudo em aproximadamente 2 minutos e 15 segundos. Adicionei os trabalhos deste ano e dei uma bela editada no material antigo. O Breakdown do que fiz nos filmes está dividido por filme na ordem em que eles aparecem no reel. Pode ser que eu tenha me enganado em algum dos filmes, já não tenho certeza de tudo que fiz nos filmes mais antigos.

Breakdown
1. GM Transformers – Pedro Becker
Project Coordination
Camera Tracking
Shader, Light and Render

2. Pepsi Twist “O Chamado” – Fabio Soares
Project Coordination
Shader, Light and Render (some shots)
MEL – Render Passes Pipeline Script

3. Suzuki SX4 – Cisma
Project Coordination
Shader, Light and Render

4. GM S10 “Homem de Areia” – Cristiano Metri
Project Coordination
Sand Animation – Particles (some shots)
Light and Render (some shots)

5. Pepsi – Pedro Becker
Project Coordination
3D Tracking
Light and Render

6. Mitsubishi “Tunel de Vento” – Cristiano Metri
Project Coordination
3D Tracking
Fluids Simulation

7. H2Oh! “Frutas” – Fabio Soares
3D Tracking
Fruts Animation – Particles
Light and Render

8. Trident Sensations – Carlão Busato
Keyframe animation over the simulation
Shader, Light and Render

9. Hyunday HB20 Garantia – Carlão Busato
3D Tracking
Car interior Shader, Light and Render

10. Mitsubishi Lagartixas – Cristiano Metri
Project Coordination
3D Tracking
Shader, Light and Render

11. Mitsubishi “Imã” – Carlão Busato
Project Coordination
Camera Tracking
Ship Shader, Light and Render

12. Guarah – Cristiano Metri
Light and Render

13. Equilibri – Cristiano Metri
Project Coordination
Shader, Light and Render

14. Nissan “Cabeca de Batata” – Carlão Busato
Shader, Light and Render

15. Ruffles “Feijoes Saltitantes” – Pedro Becker
Shader, Light and Render

16. Mitsubishi Rinoceronte – Cristiano Metri
Project Coordination

17. Dobro de Cinco – Denison
Project Coordination
Textures, Shader

18. LG Borboleta – Claudio Torres
Project Coordination
Shader, Light and Render

19. Fiat “Peixinhos” – Fabio Soares
Project Coordination
Light and Render

20. Netshoes “Familia” – Fabio Soares
Windows Animation, Light and Render

21. VW Crossfox Africa – Fabio Soares
Project Coordination
Camera Tracking
Light and Render

22. Fiat “Raio” – Fabio Soares
Project Coordination
Soja Animation – Paint Effects
Light and Render

23. Campanha contra acidentes de moto
Motorcycle Light, Shader and Render

24. Petrobrás “Lua Cheia” – Cristiano Metri
Project Coordination
Blue Truck Scenes Shader, Light and Render

25. Pepsi “Camelos” – Pedro Becker
Project Coordination
Light and Render of Camel’s Mouth Replacement

Netshoes “Família”

Abaixo está o filme “Família” para Netshoes, dirigido pelo Fábio Soares (Mixer) e finalizado na Átomo VFX. Este filme faz parte de uma campanha que pretende mostrar para os consumidores as vantagens de se comprar material esportivo no site da empresa.
No filme trabalhei fazendo as animações, luz e render das janelas nas cenas do pai (material esportivo masculino), da filha (bicicleta) e queda da fila. Enquanto que o Fabiano trabalhou na cena da mãe (tenis e roupa feminina) e filho (bolas). Já o Gabriel foi o animador responsável pelas janelas na queda da fila.

Nissan March

Começou a veicular o filme de lançamento do novo Nissan March. Dando continuidade a linha bem humorada dos últimos filmes da marca, a Nissan satiriza com um dos procedimentos mais comuns (infelizmente) da indústria automobilistica brasileira.
O filme foi dirigido pelo Carlão Busato (Hungry Man) e foi todo finalizado aqui na Atomo VFX. Para o personagem principal do filme tivemos uma mistura de técnicas, o corpo com os braços foram filmados em uma escala de 3,5 x 1 e o rosto foi construído e animado em 3D. Também tivemos os dois bigodes na proporção real para as cenas onde existia o contato dos engenheiros com eles.

O filme e o viral podem ser assistidos abaixo:

Trident Sensations

Começou a veicular um novo filme de Trident Sensations que foi finalizado aqui na AtomoVFX. O filme foi dirigido por Carlão Busato (Hungry Man) e conta de uma forma engraçada como seria legal a vida com novas sensações, algumas delas impossíveis de explicar.
No filme, a cena onde a moto se desmonta é a que nos deu mais trabalho e também acabou sendo a que mais gostei do filme, infelizmente ela passa quase desapercebida – maldito Johnny Bravo, chama toda a atenção para ele! hahahaha.
Descrevendo um pouco o que fizemos nesta cena: para conseguirmos uma animação interessante tivemos que construir toda a parte do motor e a dianteira da moto em 3D. Somente o banco, roda traseira e o guidão foram filmados. Boa parte da animação veio de uma simulação das partes se desmontando e sobre isto ainda fizemos outro layer de animação para retoques. Nesta cena fiquei encarregado de fazer a iluminação e o render da moto. O Fabiano que tinha feito a simulação acabou fazendo a composição final dos passes do render com o material filmado.

Veja como ficou o filme abaixo e tente reparar na cena:

Chuva H2Oh!

O filme Chuva H2Oh!, que conta com a atriz Giovanna Ewbank, foi um de nossos últimos trabalhos. Ele foi criado pela AlmapBBDO e dirigido por Fabio Soares (Mixer) para o lançamento da nova linha de sabores de H2Oh.
Fizemos toda a finalização aqui na Atomo VFX. Além de vários retoques feitos na composição das cenas, fomos responsáveis pela criação das frutas que estão voando em todas as cenas e também pela criação da assinatura do filme.
Além da equipe da Atomo ainda tivemos a ajuda do Cassio Homa.

The Hunt

“Votos de boa sorte? loucura? critica? homenagem? A Hungryman e o Diretor Carlão Busato em uma visão surreal sobre a temporada de caça aos Leões de Cannes 2011!
Este é o texto de chamada do filme no Vimeo. Um filme autoral do Carlão que pode ser interpretado de diversas formas, isso talvez que o torne mais interessante e de certa forma até brilhante.
Na finalização fizemos a correção de cor, retoques e adição de sangue em um dia e meio. Uma correria gigante para termos este filme pronto para antes do Festival de Cannes.

Campanha “Mini me”

Finalizamos aqui na Atomo os três filmes abaixo para a campanha “Mini Me” da Acerca. “Dirty Garage”, “Hungry Boy” e “Latin Lover” foram dirigidos pelo Carlão Busato (Hungry Man) para Giovanni+DraftFCB.
A idéia por trás dos três filmes é muito criativa e a ótima execução criou 3 peças muito engraçadas. Durante a finalização era difícil não cair na gargalhada a cada “play” que dávamos nos filmes. Este foi o principal motivo para cita-los no blog, já que os mesmos não tem uma finalização pesada.

“DIRTY GARAGE”

“HUNGRY BOY”

“LATIN LOVER”

Bradesco Seguros – Filmes Estrada 1 e 2

Abaixo estão mais dois filmes que fizemos para o Bradesco Seguros. Eles foram dirigidos pelo Fabio Soares (Mixer) para a AlmapBBDO. Nos dois filmes temos uma analogia com as nossas escolhas na vida e os caminhos que percorremos em decorrência das mesmas.

Ruffles – Feijões Saltitantes

Mais um filme da primeira leva de trabalhos na Atomo. Fizemos este filme em conjunto com a Sindicato, eles fizeram toda a parte de composição e mecânica da promoção enquanto nós trabalhamos em todas as cenas que temos pacotes saltitantes.
Este filme foi criado pela AlmapBBDO para o lançamento da promoção “Faça-me um sabor” da Ruffles sendo o mesmo dirigido pelo Pedro Becker. O filme brinca com a idéia da criação de um novo sabor para a Ruffles. Como você vai ver no filme, a idéia inicial não deu muito certo e eles pedem então que a gente os ajude criando um novo sabor para a batata.
Além da equipe da Atomo trabalharam com a gente neste filme Daniel Moreno e Rafael Braga.

Older posts «

Sharing Buttons by Linksku